Transição para a vida ativa III

Agora é a vez da nossa Filipa partilhar a sua experiência...


       "Eu vou ao Jardim-de-Infância de Colmeias às segundas e sextas-feiras, ajudar as crianças e as professoras a fazerem trabalhos. Já fizemos muitos trabalhos e os meninos levaram alguns para casa, como por exemplo, o da Páscoa, o do Natal e o do dia do pai.
       Ajudo também a arrumar os trabalhos para ficarem bonitos e já contei uma história para os meninos.
       O que eu gosto mais de fazer é brincar com crianças nos cantinhos. Às vezes fazem barulho e é preciso mandar calar. No próximo ano algumas crianças vão mudar de escola porque vão para o primeiro ano e é preciso dar-lhes muito apoio.
        Eu gosto muito das professoras e das crianças."

 Filipa Duarte 9ºB
 4 de abril de 2014 



Comemorações Autismo no nosso agrupamento


Mais uma vez se voltou a comemorar o Dia Mundial da Consciencialização do Autismo – 2 de abril - no Agrupamento de Escolas de Colmeias, ou não fosse este um agrupamento onde funciona uma Unidade de Ensino Estruturado para alunos com perturbação do espetro do Autismo, com duas salas.
As atividades comemorativas não se restringiram a esta data, tendo decorrido um conjunto de iniciativas por diversos dias e que envolveram muitos dos alunos, professores e funcionários do referido agrupamento. O subdepartamento de Educação Especial, com a colaboração de outros docentes, dinamizou as seguintes atividades: exploração de histórias alusivas ao tema no pré-escolar e no primeiro ciclo, palestra para algumas turmas de 3.º ciclo, abordagem ao tema nas aulas de FIA (Formação Integral do Aluno) nos 2.º e 3.º ciclos, visitas de alunos do ensino regular às salas TEACCH, transmissão de imagens/mensagens. As celebrações culminaram com a formação de um cordão humano no dia 2, com predominância de roupa em tons de azul e que envolveu toda a comunidade educativa da escola sede.
 
Para complementar estas atividades os nossos meninos com  autismo participaram em atividades dinamizadas na APPDA de Leiria.
 
Foram atividades envolventes e que pretenderam apelar, mais uma vez, para a consciencialização de uma sociedade mais justa, digna e inclusiva. Cada um de nós deve ser capaz de amar e aceitar o outro, pois são as diferenças que tornam o mundo mais rico.
 
Espreitem o resumo das atividades...

 
 
 
 

E agora uma pequena história sobre as diferenças, recriada pelos alunos do JI de Milagres, com a orientação da Educadora Maria João:
 
“Primeiro tocou a campainha e foram todos para dentro, menos o quadradinho, que não cabia na porta. Então meteram-se todos numa roda e começaram a pensar.
Primeiro eles pensaram que tinham que cortar as pontas do quadradinho e depois o quadradinho disse que não, que podia doer muito.
E depois eles meteram-se outra vez todos numa roda e pensaram e viram que era a porta que precisava de ser cortada. E depois o quadradinho entrou e já todos os amigos conseguiram entrar. “


  

Transição para a vida ativa II

Aqui ficam mais uns testemunhos sobre as experiências de alunos com atividades de preparação para a vida ativa.


"Desde o ano passado que eu colaboro com a Dona Rosa na Reprografia.
      Este ano estou lá às segundas e quintas-feiras, das 10:00 às 12:00.
      Já aprendi muitas coisas: conto folhas, dobro folhas de teste, plastifico cartões de países, tiro fotocópias frente e verso, corto folhas com a guilhotina, desencravo as máquinas, faço limpezas e atendo professores e alunos. Também faço recados, como por exemplo, vou levar fotocópias ao 1.º ciclo de Colmeias.
      Eu gosto muito de trabalhar com a Dona Rosa. Ela é minha amiga."
                                                        Nuno Miguel Martins Pereira, 9.ºA    
                                                                        21/02/2014


 

       "Olá, eu sou o Filipe Pinheiro Quintal! 

 Tenho 15 anos, estou a frequentar o 7ºC e também trabalho na reprografia da escola. O meu horário na reprografia é às terças e sextas-feiras, num total de três tempos letivos. 
A D. Rosa é a funcionária que orienta o meu trabalho, é uma senhora muito simpática. 
Já sei utilizar a guilhotina, dobro folhas, conto-as e também tiro fotocópias.        
 É a minha primeira experiência de trabalho na escola e estou a gostar."
                                                                                   21/3/2014

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
"O meu trabalho na oficina tem corrido bem.
Já ajudei a desmontar rodas de camião e de carro, a fazer a revisão aos carros, já mudei óleos, filtros, escovas, babelinas. Verifiquei se as rótulas estavam boas, os pneus, os amortecedores, a afinação dos travões. Mudei os calços, os discos, vi se trava bem e se as luzes funcionam. Verifiquei piscas, luzes da matrícula, tubos da água, filtros de gasóleo, filtros do ar e verifiquei se o radiador de arrefecimento está em bom estado.
É assim que funciona a oficina e eu gosto de lá trabalhar. Já conheci pessoas novas, que me têm ajudado."
                                                Rafael Ferreira, 8.ºA
                                                         6/2/2014
 

Feliz Dia do Pai!

"Pai,
vens com os olhos cansados,
os dedos gretados,
os pés doridos,
os sonhos moídos.
Onde colheste o sorriso
que me dás
como uma flor?"

                  Luísa Ducla Soares



Miminhos para os pais:




 
 





Em busca do livro!...


No dia 17 de março teve início a Semana da Leitura.
Neste dia, na escola sede do agrupamento, os alunos com NEE que habitualmente praticam Orientação Adaptada tiveram oportunidade de realizar uma sessão diferente!
O professor Hélder Ferreira, responsável por esta modalidade, convidou a escritora Manuela Ribeiro para vir falar do seu livro "O enigma dos sacos trocados" e participar, com os alunos, num percurso no qual tinham de encontrar e recolher pequenos excertos do mesmo. No final, organizaram o material recolhido, reconstituindo o capítulo V e a capa.
Foi bem divertido!










Carnaval

É carnaval, ninguém leva a mal!
Será?..

Para assinalar a data:



                                    


Transição para a vida ativa I

Aqui fica o testemunho da Ana, sobre a sua experiência de colaboração na biblioteca.



  "Eu comecei a colaborar na biblioteca no final de setembro. Eu vou sempre às terças-feiras, das 15:40 às 17:10. Vou todas as semanas.
As funcionárias que estão na biblioteca são a Dona Esmeralda e a D. Lina. Elas dão-me instruções. Elas dizem-me para eu arrumar os livros, os computadores e para fazer limpezas. Quando faço as limpezas, limpo o pó e varro.
O que mais gosto de fazer é de arrumar os computadores. Tenho mais dificuldades em arrumar os livros por ordem.
 Eu gosto de lá andar porque as funcionárias são simpáticas e eu gosto de ajudar as ajudar. Eu imagino-me no futuro a trabalhar numa biblioteca.
  Gostaria de continuar para o ano."

 Ana Filipa 8ºA nº3